Trabalho coletivo e transmissão de saberes na saúde: desafios da assistência e da formação

Autores

  • Edna Maria Goulart Joazeiro
  • Magda Duarte dos Anjos Scherer

DOI:

https://doi.org/10.18569/tempus.v6i2.1129

Resumo

Considerando a dupla dimensão do trabalho em saúde, de intervenção na vida dos outros e ao mesmo tempo de formação, este artigo se propõe a realizar uma aproximação da atividade de trabalho de algumas profissões de saúde, sujeitos de pesquisa de estudos realizados pelas autoras. Buscou-se identificar como esses sujeitos apresentam e analisam a relação entre os saberes de seu próprio campo de formação e o saber das outras profissões com as quais interagem no seu cotidiano. A reflexão ancora-se nos conceitos e categorias analíticas da abordagem ergológica em diálogo com os depoimentos dos profissionais. Discute-se a especificidade do trabalho coletivo e da transmissão de saberes da e na saúde e a necessidade de compreendê-los numa perspectiva capaz de dialogar com outros e novos pontos de vista. Evidencia-se a riqueza de saberes e a potência que se descortina se consolidarmos um modelo de atenção capaz de conjugar a valorização do saber de cada profissão e potencializá-lo mediante a criação de dispositivos que instituam coletivos de trabalho sinérgicos.

Downloads

Publicado

2012-04-30

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)