A avaliação de um programa de residência multiprofissional em Saúde da Família e a comunidade sob o olhar dos residentes.

Autores

  • Enildo José dos Santos Filho
  • Juliana Sampaio
  • Lucineide Alves Vieira Braga

DOI:

https://doi.org/10.18569/tempus.v11i1.2245

Palavras-chave:

Internato e residência, avaliação em saúde, Estratégia Saúde da Família.

Resumo

A formação de profissionais de saúde que atendam as complexas necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS), ainda é um desafio enfrentado por esse sistema. Neste contexto, surgem as Residências Multiprofissionais e em Área Profissional da Saúde como importante ferramenta de superação dessa formação fragmentada. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar o Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família e Comunidade, do município de João Pessoa/PB, a partir das narrativas dos residentes a ele vinculado. Trata-se de uma pesquisa descritiva com abordagem qualitativa realizada com 19, dos 21 Residentes Multiprofissionais em Saúde da Família e Comunidade que fazem parte da turma pioneira e que atualmente estão do segundo ano (R2) da residência. A produção dos dados foi realizada utilizando a metodologia de roda de conversa e a interpretação das narrativas se deu a partir da utilização da análise de discurso. Posteriormente, cinco categorias emergiram: inserção dos residentes na Rede de Atenção a Saúde (RAS), rodízios, relação entre o programa de residência multiprofissional em saúde da família e as outras residências, tutoria, preceptoria e suporte pedagógico e, finalmente, campo, núcleo e interdisciplinaridade. Após a análise percebeu-se fragilidades na inserção dos residentes nos serviços de saúde e nos processos de tutoria e preceptoria, e potencialidades na integração com outras residências e nos rodízios. É importante destacarmos que neste trabalho foram ouvidos apenas os residentes, ressaltamos a importância da produção de outras pesquisas avaliativas que envolvam os sujeitos aqui não contemplados: tutores, preceptores, profissionais dos serviços e a coordenação do programa.

Downloads

Publicado

2017-07-14