Contributo para a compreensão do financiamento da saúde em Portugal: O caso dos cuidados de saúde primários, dos cuidados hospitalares e dos cuidados continuados.

Autores

  • Ana Escoval Escola Nacional de Saúde Pública, Universidade Nova de Lisboa. Portugal.
  • Ana Tito Lívio Santos Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Hospitalar
  • Patrícia Barbosa Escola Nacional de Saúde Pública, Universidade Nova de Lisboa. Portugal.

DOI:

https://doi.org/10.18569/tempus.v10i1.1858

Palavras-chave:

sistema de saúde, financiamento, saúde, Portugal.

Resumo

O sistema de saúde português assenta num mix de fontes de financiamento público e privado, tal como acontece em vários países europeus.Dada a sua complexidade, pareceu útil desenvolver um artigo com o objetivo de contribuir para a compreensão do financiamento de saúde em Portugal, tendo em conta as particularidades dos cuidados de saúde primários, dos cuidados hospitalares e ainda dos cuidados continuados.Para esse efeito, foi realizada uma revisão de literatura, com recurso à B-on (Biblioteca do Conhecimento OnlineB-ON - Biblioteca do conhecimento online), através da opção “pesquisa global”, utilizando os descritores financiamento, saúde, Portugal. Como critérios de inclusão foram considerados a existência de um resumo, a disponibilidade integral do artigo online, o período temporal de publicação entre 2005-2015 e o facto de respeitar em concreto o setor da saúde.Os resultados obtidos permitiram a descrição e explicitação das formas de financiamento utilizados no setor da saúde em Portugal, assim como apresentar o modelo de financiamento nos vários níveis de cuidados: primários, hospitalares e continuados.

Biografia do Autor

Ana Tito Lívio Santos, Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Hospitalar

Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Hospitalar (APDH). E-mail:a.livio@apdh.pt;

Patrícia Barbosa, Escola Nacional de Saúde Pública, Universidade Nova de Lisboa. Portugal.

Universidade Nova de Lisboa. Portugal.

Referências

European Observatory on health Systems and Policies. Health systems in transition (hit) profile of Portugal[internet].update on user charges updates by Pedro Pita Barros;2013 mar.[consult. 26 de set. 2014]. Disponível em http://hspm.org/countries/portugal25062012/livinghit.aspx?Section=3.1%20Health%20expenditure&Type=Section

Lei Constitucional n.º 1/89 de 8 de Julho. Segunda revisão constitucional.

Instituto Nacional de Estatística. Dia Mundial da Saúde - 7 de abril.2002-2012 [internet].Lisboa: Instituto Nacional de Estatística; 2014 abril. Disponível em http://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_destaques&DESTAQUESdest_boui=215806720&DESTAQUESmodo=2.

Entidade Reguladora da Saúde. Relatório Anual Sobre o Acesso a Cuidados de Saúde nos Estabelecimentos do SNS e Entidades Convencionadas (2013). Lisboa: Entidade Reguladora da Saúde; 2014.

Barros P, Machado S, Simões, J. Portugal.Health system review. Health Systems in Transition. 2011; 13(4):1–156.

Ministério da Saúde, Administração Central do Sistema de Saúde. Departamento de Planeamento em Saúde. Unidade Formativa “Contratualização nos Serviços de Saúde”. In Formação- Ação Contratualização nos serviços de saúde. Oradores Cláudia Borges (Departamento de Gestão e Financiamento de Prestações de Serviços de Saúde, ACSS);2014.

Ministério da Saúde, Administração Central do Sistema de Saúde. Departamento de Planeamento em Saúde. Contrato-Programa 2015. Metodologia para definição de preços e fixação de objetivos. Lisboa:Departamento de Gestão e Financiamento de Prestações de Serviços de Saúde, Administração Central do Sistema de Saúde, Ministério da Saúde;2014.

Escoval A, Matos T, Ferreira AS, LourençoA.Contratualização interna vs. contratualização externa. Volume temático Contratualização na saúde. Rev Port Saúde Pública.2010; 9: 161-179.

Ministério da Saúde, Administração Central do Sistema de Saúde. Departamento de Planeamento em Saúde. Manual do processo de contratualização – hospitais e uls. Lisboa: Departamento de Gestão e Financiamento de Prestações de Serviços de Saúde, Administração Central do Sistema de Saúde, Ministério da Saúde; 2011.

Escoval A. O processo de contratualização na saúde em Portugal (1996-2005). Volume temático Contratualização na saúde. Rev Port Saúde Pública. 2010; 9: 7-24.

Decreto-Lei n.º 28/2008.Diário da República, 1.ª série, n.º 38,22 de Fevereiro de 2008.

Ministério da Saúde, Administração Central do Sistema de Saúde. Metodologia da Contratualização para os Cuidados de Saúde Primários para o ano de 2014.[internet] Lisboa: Ministério da Saúde, Administração Central do Sistema de Saúde; 2014 jan [consult. 26 de set. 2014].Disponível em http://www.acss.min-saude.pt/DownloadsePublicações/CuidadosdeSaúdePrimários/tabid/118/language/pt-PT/Default.aspx.

Ministério da Saúde, Administração Central do Sistema de Saúde. Produção nacional. Grupos de Diagnósticos Homogéneos.[internet]. Lisboa:Ministério da Saúde, Administração Central do Sistema de Saúde;s.d.[consult. 26 de set. 2014]. Disponível em http://www.acss.min-saude.pt/%C3%81reaseUnidades/DepartamentoGest%C3%A3oeFinanciamentoPrestSa%C3%BAde/SClassifica%C3%A7%C3%A3oDoentes/GruposdeDiagn%C3%B3sticosHomog%C3%A9neos/tabid/460/language/pt-PT/Default.aspx.

Urbano J, Bentes M. Definição da Produção do Hospital: Os Grupos de Diagnósticos Homogéneos. Rev Port Saúde Pública.1990; 8 (1):49-60

Ministério da Saúde, Administração Central do Sistema de Saúde. Preços do SNS. Cálculo do Doente Equivalente e Índice de Case-Mix.[internet]. Lisboa: Ministério da Saúde, Administração Central do Sistema de Saúde;s.d. [consult. 26 de set. 2014]. Disponível em http://www.acss.min-saude.pt/Publica%C3%A7%C3%B5es/TabelaseImpressos/Pre%C3%A7osdoSNS/tabid/141/language/pt-PT/Default.aspx.

Decreto-Lei n.º 12/2015. Diários da República 108/99, 1.ª- A série, de 10 de maio de 1999.

Ministério da Saúde, Administração Central do Sistema de Saúde. Modalidade de Pagamento da Unidades Locais de Saúde Contrato-Programa 2010-2012. [internet]. Administração Central do Sistema de Saúde, Ministério da Saúde; s.d. Disponível http://www.acss.min-saude.pt/Portals/0/Modalidade%20de%20Pagamento%20ULS%202010_12n.pdf.

Ministério da Saúde, Administração Central do Sistema de Saúde. Unidades Locais de Saúde: modalidade de pagamento : unidade operacional de financiamento e contratualização. [internet]. Lisboa: Administração Central do Sistema de Saúde. Ministério Saúde; 2009 março. [consult. 26 de set. 2014]. Disponível em http://www.acss.min-saude.pt/Portals/0/modalidadeULS09.pdf

Ministério da Saúde, Unidade de Missão para os Cuidados Continuados Integrados. Relatório de monitorização do desenvolvimento da Rede Nacional de Cuidados Continuados integrados em 2007: Resumo [internet]. Lisboa: Unidade de Missão para os Cuidados Continuados Integrados; 2008. [Consult. em 2 out 2014]. Disponívelemhttp://apfisio.pt/GrupoTrabalho/RelMonitorizacao.pdf.

Portaria n.º 224/2014. Diário da República, 1.ª série, n.º 213, 4 de novembro de 2014.

Escoval A, Ribeiro R, Matos T, Lívio A. Projeto de Investigação “Contratualização em Cuidados Continuados Integrados. Fase 2: Revisão das práticas internacionais. Lisboa: Universidade Nova de Lisboa, Escola Nacional de Saúde Pública; 2012.

Downloads

Publicado

2016-05-20

Edição

Seção

ARTIGO ESPECIAL