Gestão da Assistência Farmacêutica: Análise da situação de alguns municípios.

Autores

  • Fabiola Sulpino Vieira
  • Paola Zucchi Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal de São Paulo (1986), mestrado em Administração de Empresas pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo - Fundação Getúlio Vargas (1995); doutorado em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo - Faculdade de Saúde Pública (2002) e Livre Docente pela Universidade Federal de São Paulo - Centro Interdepartamental de Economia da Saúde - CRIDESUNIFESP. Atualmente é Professora Afiliada - Modalidade Pesquisa da Universidade Federal de São Paulo, Diretora da Companhia Paulista de Reabilitação - REABILITA e Vice Diretora do Centro Interdepartamental de Economia da Saúde da Universidade Federal de São Paulo - CRIDESUNIFESP.

DOI:

https://doi.org/10.18569/tempus.v8i4.1581

Resumo

Os objetivos deste trabalho são descrever e analisar a gestão da assistência farmacêutica em alguns municípios, produzindo mais evidências sobre problemas que podem comprometer o acesso a medicamentos no Sistema Único de Saúde – SUS. Realizou-se pesquisa exploratória, transversal, elaborando-se questionário com questões fechadas sobre a gestão da assistência farmacêutica. O tamanho da amostra foi definido em 431 municípios, selecionados por amostragem aleatória estratificada. Dos 431 municípios, apenas 36 responderam o questionário (8,4%). Destes, 44,4% (n = 16) informaram ter a assistência farmacêutica formalizada, das quais 93,4% (n = 15) contam com pelo menos um farmacêutico. Dos 36 municípios, 97% (n = 35) informaram ter lista de medicamentos para dispensação à população. O controle de estoque foi considerado adequado em 26 deles (72,2%). Estão cumprindo determinação judicial para o fornecimento de medicamentos 14 (38,9%) municípios e em 13 deles (36%) todas as Unidades Básicas de Saúde – UBS contam com farmacêutico. Os resultados reforçam a necessidade do SUS de avançar no fortalecimento da gestão da assistência farmacêutica a fim de garantir o acesso a medicamentos e a efetividade das ações de saúde.

Biografia do Autor

Fabiola Sulpino Vieira

Possui graduação em Farmácia-Bioquímica pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP (1997), Mestrado em Química Orgânica pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar (1999), Mestrado Profissionalizante em Economia da Saúde pela Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP (2006) e Doutorado em Saúde Coletiva pela UNIFESP (2010). É Especialista em Gestão Pública pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo - FESPSP (2005) e trabalha como Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental no Ministério da Saúde.

Downloads

Publicado

2015-02-16

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS